segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Amazônia: continua a devastação.

Segundo informações recebidas pela CPT RO, continua a devastação e a correria para a grilagem de terras na Amazônia. Um dos lugares mais ameaçados no momento se encontra no interior do estado de Amazonas, na localidade do município de Manicoré conhecida como Santo Antônio de Macupi, ou popular "180", pois está situada a 180 km de Humaitá na Transamazônica. 
O ano começou com a invasão de grupo fortemente armado de mais de 100 pessoas, numa área situada na Linha chamado do "Pito Acesso", que parte do próprio km 180 da transamazônica. A área, que está sendo desmatada rapidamente, estava destinada a remoção de famílias de dentro do Parque Nacional dos Campos Amazônicos de 807.570 hectares.
Este parque abriga uma área considerada de grande valor natural:  "Em sua área há um dos mais expressivos encraves de Cerrado no bioma Floresta Amazônica, com ocurrência de espécies de animais e plantas típicas do Cerrado do interior da Amazônia. O Parque Nacional dos Campos Amazônicos compreende trechos dos rios Roosevelt, Branco, Madeirinha Guaribas e Ji - Paraná e protege as cabeceiras dos rios Manicoré e Marmelos."

Muitas madereiras do 180 funcionam com suspeitos planos de manejo, com esquema da venda de notas falsas para as serrarias, estração clandestina de madeiras da reserva extrativista do Rio Aripuana e a construção de uma estrada clandestina á beira do rio Manicoré.

De novo a Amazônia abandonada impunemente à devastação. O que fazem as autoridades ambientais na frente de tudo isso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.