segunda-feira, 30 de maio de 2011

Dom Moacyr apoia veto ao Código Florestal

Em artigo sobre Pentecostes e a presença do Espírito Santo fecundando a vida no Planeta, Dom Moacyr, arcebispo de Porto Velho diz apoiar junto à CNBB a postura firme da Presidente Dilma contra a redação atual do Novo Código Florestal aprovado na Câmara. Veja a matéria completa.
.

Pentecostes: dom de Deus pela vida no Planeta!
Dom Moacyr Grechi

No contexto da crise planetária do meio ambiente, a consideração da presença e atuação do Espírito Santo na obra da criação e a necessidade de se resgatar o justo valor da natureza criada e agora ameaçada, motivam-nos nesta preparação à Festa de Pentecostes, reforçando a reflexão temática da Campanha da Fraternidade sobre o cuidado e a vida no planeta.
Pela presença e ação do Espírito, Deus faz morada no âmbito de toda a criação e toda a criação se torna templo de Deus. De modo que “pelo Espírito todas as coisas comungam umas com as outras, é o elo e laço, união da biodiversidade do universo; leva a criação não só a desabrochar, mas a amadurecer e chegar à plenitude dos desígnios divinos” (L.C.Susin).
Esta obra singular do Espírito Santo de levar a criação à plenitude, significa a santificação ou cristificação do gênero humano, como também da história e de todo o universo. Nesse sentido, o Espírito opera a obra de reconciliação no âmbito de toda a criação, agindo misteriosamente no interior de cada ser humano para que este aos poucos, se configure a Cristo o Primogênito da criação (TB/CF,14-143).
Percebemos ainda esta atuação do Espírito através do testemunho de nossas Comunidades Elesiais de Base, urbanas, rurais e ribeirinhas espalhadas nos diversos municípios que compõem a Arquidiocese. CEBs que estão reunidas em Machadinho d’Oeste neste final de semana, avaliando a caminhada e aprofundando as diretrizes e a característica missionária das Comunidades. Percebemos que a ação do Espírito Santo vai moldando as pessoas reunidas nas mais diversas comunidades cristãs, de modo a transformá-las no corpo de Cristo, vivo e atuante. Este corpo de Cristo que se atualiza na história, está a serviço da grande obra do Espírito, que suscita desde o interior deste processo, o Reino de Cristo.
Vivemos tempos de transformações tão radicais, que por certo, nos afligem, mas também nos desafiam a discernir, na força do Espírito Santo, os sinais dos tempos (DGAEIB). O mundo, mergulhado na injustiça e na violência, vive a carência profunda de um Pentecostes. A crença no Espírito da Vida não dá motivos para a complacência ou o desespero. Só para a esperança.
“Pentecostes: Dom de Deus pela vida no Planeta” é o tema da Solenidade de Pentecostes que vai reunir todas as comunidades de Porto Velho, Igreja discípula e missionária, no Campo da 17ª Brigada, no dia 12 de junho, a partir das 16h. Agradecemos a Deus pelo dom do Espírito. Essa festa toda missionária alarga a nossa visão para o mundo inteiro, de modo particular àquelas pessoas que entregaram suas vidas em defesa do planeta Terra.
Queremos reafirmar a urgência em ocupar o espaço aberto para o debate sobre o sentido e a importância insubstituível da luta popular e democratizante pela terra, no apoio e cooperação a todos os movimentos de luta pela terra; junto com uma presença realmente evangelizadora nos acampamentos e assentamentos, alimentando uma espiritualidade cristã que contribua para dar profundidade à mística da luta pela terra. Pois essa é uma das formas de amar a Terra, que é Criação amorosa de Deus, destinada a todos os seres vivos e ao ser humano, sua imagem e semelhança, mas que foi e continua sendo maltratada, explorada até o ponto de levá-la ao estresse, a um desequilíbrio que a impede de continuar sendo um ambiente favorável à vida. Ligar a vida cristã ao enfrentamento do aquecimento do planeta e ligar a luta libertadora da Terra e de seus filhos como uma forma de amar ao Criador são duas frentes de debate, de meditação, de motivação pastoral e de mobilização dos seguidores e seguidoras de Jesus Cristo a serviço da vida, realizando a missão de Jesus: "eu vim para que todos tenham vida, e vida em abundância" (Jo 10,10).
Nesse contexto, e diante da aprovação do texto que altera o Código Florestal, apoiamos a presidente Dilma Rousseff em vetar qualquer artigo ou item que anistie desmatamento ou regulariza de forma genérica propriedades com áreas degradadas. Reafirmamos nosso posicionamento contrário à aprovação dessas alterações, propondo um amplo debate com a sociedade civil e com especialistas (cf Nota da CNBB 19/8/2010).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.