segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Brutal assassinato em TO de defensor dos direitos humanos

Recebemos à noite a notícia do assassinato de Sebastião Bezerra da Silva, Secretário Executivo do Movimento Nacional de Direitos Humanos – Regional Centro Oeste e do Centro de Direitos Humanos de Cristalândia, TO. Na CPT TO conhecemos o Sebastião há mais de 15 anos, como militante dedicado e competente, recentemente formado em direito. Ele deve ter seus 35/40 anos. Ele foi brutalmente assassinado (com sinais de requintes de crueldade) e o corpo deixado perto de uma fazenda na estrada entre Gurupí e Dueré, sul do Tocantins, sem documentos (nem dele nem do carro, que está também desaparecido). Pelo pouco que soube ele voltava de uma viagem no sul do Estado com carro próprio e resolveu pousar em um hotel em Gurupi. Saiu para jantar de pois de avisar sua esposa de que só chegaria na manhã do dia seguinte em casa (em Paraíso do Tocantins, 200 km). Nunca mais apareceu. Um corpo foi encontrado domingo cedo quase totalmente enterrado, perto de uma fazenda entre Gurupi e Duerê. Foi identificado com sendo ele.

ASSEMBLEIA POPULAR

MAB e moradores de bairros de Porto Velho realizam Assembléia Popular


As assembléias serão para reivindicar a diminuição no preço da energia e a retirada dos “olhões”,os medidores eletrônicos de energia

No próximo dia 26 de fevereiro, o Movimento dos Atingidos por Barragens e moradores de bairros realizou, em Rondônia, a 1ª Assembléia Popular dos Atingidos pela Ceron, a distribuidora de energia do estado. A Assembléia aconteceu na Escola Municipal “Sementes do Araçá”, no bairro São Sebastião I, em Porto Velho.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Peixes e obras emperradas, cadé as compensações das usinas do Madeira?


Charge publicada no Diário da Amazônia de hoje.

Enquanto as empresas construtoras das barragens do Madeira fazem qüestão de anunciar que as obras das usinas seguem a todo ritmo, a maioria das obras de compensação social anunciadas estão paradas em Porto Velho. E agora que estão acabando com os peixes, vem a ministra de pesca, Ideli Salvatti, dizer que a pesca será incentivada. O que todo o mundo está vendo (e sofrendo), vira até piada. Melhor rir do que chorar.

A herança maldita do agronegócio

Raquel Rigotto
"O uso dos agrotóxicos não significa produção de alimentos, significa concentração de terra, contaminação do meio ambiente e do ser humano”
Raquel Rigotto é professora e pesquisadora do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. Coordenadora do Núcleo Tramas – Trabalho, Meio Ambiente e Saúde, Raquel contesta o modelo de desenvolvimento agrícola adotado pelo Brasil e prevê que para as populações locais restará a "herança maldita” do agronegócio: doenças e terra degradada.
Desde 2008, o Brasil ultrapassou os Estados Unidos para se tornar o maior consumidor de agrotóxicos do mundo. Segundo dados da Organização das Nações Unidas, é também o principal destino de agrotóxicos proibidos em outros países.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Assembélia dos Pescadores do Baixo Madeira -2



Simbolizando a resistência da identidade cultural ribeirinha, uma caminhada de pescadores levando nas mãos varas, tarrafas e outros instrumentos da pesca artesanal, abriu a Assembléia de Pescadores (as) e Ribeirinhos (as) da Região do Baixo Madeira. A Assembléia foi realizada na manhã da última segunda-feira, dia 21, organizada pelo Movimento dos Atingidos por Barragens – MAB, no distrito de São Carlos/RO.
Envolvendo pescadores, ribeirinhos, extrativistas e trabalhadores, participaram da atividade mais de 300 pessoas, de cinco comunidades da região – Jamari, Brasileira, Bom Será e Curicacas. Também estiverampresentes várias organizações, como a Comissão Pastoral da Terra, Pastoral do Migrante, Cooperativa COMADRE, Associação de Pescadores (ACCPESC), além do assessor do Deputado Federal Padre Tom (PT/RO) e representantes da empresa Santo Antônio Energia.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Assembléia dos Pescadores do Baixo Madeira


é

Abertura da Assembleia
 

A CPT- Rondônia e a Pastoral do Migrante esteve participando  da Assembleia dos/as Pescadores/as do Baixo Rio Madeira Articulada pelo Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) que  teve  como objetivo  debater reivindicações e propostas de ações na luta pelos direitos dos pescadores e pescadoras  em relação às consequências advindas da construção da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Manifestação em Defesa dos Direitos do Povo

Manifestação contra o aumento da tarifa urbana.
A tarifa do transporte urbano em Porto Velho é um dos mais caros.das demais.capitais do pais e não oferece  qualidade a população que dele depende para se locomover. A tarifa que antes era de R$ 2,30 subiu para R$ 2,60. Esse aumento é considerado abusivo e por isso mesmo desencadeou uma série de manifestações da população através das instituições organizadas.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Aumento de doenças e mortes pelas usinas do Madeira

Epidemia de dengue em 2010 em Porto Velho.
O que no ano passado todo o mundo sabia e ninguém queria reconhecer: Porto Velho sofreu em 2010 um surto de dengue, registrando oficialmente 6.552 casos, a maioria deles em janeiro. Mais de 5.500 casos acima dos 1.046 reconhecidos em 2009, enquanto que em 2008 foram 2.328. Este incremento de perto do 300%  confirma que houve incremento de doenças e uma verdadeira epidemia facilitada pela construção das usinas do Madeira.
Com a chegada de milhares de operários não aclimatados ao hiverno amazônico, não era a primeira vez que isso acontecia na história de Porto Velho. Nos inícios da cidade, uma epidemia de malária dizimou os construtores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, motivando em 1910 a vinda de Osvaldo Cruz à Rondõnia para propor o tratamento. Neste início de 2011 Porto Velho está de alerta temendo novo surto, desta vez do perigoso virus tipo 4 da doença.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Despejo de 89 famílias de posseiros em Chupinguaia, Rondônia


Apesar dos esforços da defesa jurídica da Comissão Patoral da Terra e do sindicato dos Trabalhadores Rurais de Vilhena (Fetagro), 89 famílias de posseiros do Acampamento Barro Branco, dentro do município de Chupinguaia, no sul do estado de Rondônia, foram despejadas das terras que tinham ocupado fazia mais de 8 anos, e onde tinham construído casas e roças que lhes davam sustento. Hoje estão acampadas na beira da estrada passando necessidade e negociando junto ao INCRA ajuda de cestas básicas para sobreviver. Em agosto passado a CPT Rondônia já denunciou que os acampados e lideranças da Fetagro estavam sofrendo constantes ameaças por parte de jagunços armados e dum dos pretensos proprietários, Ilario Bodanese, proprietário de postos de combustíveis em Vilhena e em Candéias do Jamari, e que na época era Secretário Regional, cargo de confiança do exgovernador e atual senador Ivo Cassol em Rondônia.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Sexto aniversário do assassinato de Irmã Dorothy Mae Stang, NDdN

Homilia de Dom Erwin Krautler na celebração do martírio em Anapu o dia 12 de fevereiro de 2011.

Irmãs e irmãos em Jesus Cristo,
querido povo de Deus de Anapu e da Transamazônica,

No dia 12 de fevereiro de 2005 o batismo na água e no Espírito Santo (cfr. At 1,5) de Irmã Dorothy Mae Stang e sua consagração a Deus como religiosa culminaram em seu batismo de fogo e de sangue. As fotos da irmã estendida na estrada nos mostram como o sangue que se esvaiu das perfurações mortíferas impregnou a terra do PDS "Esperança". Irmã Dorothy completou sua vida dedicada aos pobres e à Amazônia numa última e total doação. A vida lhe foi tirada pelos adversários dos Projetos de Desenvolvimento Sustentável (PDS). Completou na sua carne "o que falta às tribulações de Cristo" (Col 1,24). Associou-se ao Sangue do Senhor, símbolo e realidade de seu amor levado até ao extremo.
"Fogo eu vim lançar sobre a terra, e como gostaria que já estivesse aceso! Um batismo eu devo receber, e como estou ansioso até que isto se cumpra" (Lc 12,49-50).

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Carta para Dilma

Fotos Edén Magalhães/CIMI


Carta entregue a Dilma junto a 500.000 assinaturas contra Belo Monte pede ao governo revisar a atual política energética e a forma como estão sendo construídas as grandes centrais hidroelètricas: atropelando as leis e os direitos humanos e ambientais dos atingidos.

Veja a carta na íntegra:

domingo, 6 de fevereiro de 2011

08/02 Grande ato em Brasília contra as mega-hidrelétricas na Amazônia!


Mais de meio milhão de pessoas já assinaram as petições contra Belo Monte, que serão entregues no Palácio do Planalto!
Na terça-feira, dia 8 de fevereiro, centenas de indígenas, ribeirinhos, ameaçados e atingidos por barragens, lideranças e movimentos sociais da Bacia do Xingu e de outros rios amazônicos estarão em Brasília para protestar contra o Complexo Belo Monte e outras mega-hidrelétricas destrutivas na região.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Um novo olhar para a Natureza!

Dom Moacyr Grechi. - Este ano, a Igreja, através da CNBB, propõe que todas as pessoas de boa vontade olhem para a natureza e percebam como os seres mãos humanos estão contribuindo para o fenômeno do aquecimento global e das mudanças climáticas consideráveis, com sérias ameaças para a vida em geral, e a vida humana em especial, sobretudo a dos mais pobres e vulneráveis.
É nesse contexto que a CNBB propõe para 2011, a Campanha da Fraternidade com o tema “Fraternidade e a vida no planeta”, e como lema “A criação geme em dores de parto (Rm 8, 22)”. O Texto-Base da Cf 2011 esclarece que as Igrejas vem se pronunciando com frequência sobre as ameaças ao meio-ambiente. Esses pronunciamentos demonstram que faz parte do comportamento de todos os cristãos o compromisso pelo cuidado da criação. O resgate da teologia da criação nos tempos atuais, especialmente com a grave questão ambiental e com a consciência que hoje temos, nos permite entender que o projeto do Criador para o homem pode ser entendido sob o prisma do cuidado para com as criaturas.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Cassol entre os dez parlamentares mais ricos

O senador Ivo Cassol
Com 29.874.832,00 $R declarados de patrimônio, Ivo Cassol tem novena posição entre os parlamentares mais ricos do Congresso Nacional, segundo o site Congresso em Foco.
Os dez parlamentares mais ricos, entre eles Paulo Maluf,  detentam metade do patrimônio declarado pelos deputados e senadores do Congresso Nacional, ou seja, de menos de 2% dos eleitos em outubro na Câmara e no Senado.
Do montante de R$ 1,6 bilhão em bens declarados pelos 513 deputados e 54 senadores, R$ 792 milhões estão em nome desse pequeno grupo de multimilionários. Na média, cada parlamentar declarou possuir R$ 2,9 milhões em imóveis, empresas, fazendas, veículos, objetos de arte, dinheiro em espécie e aplicações financeiras, entre outros bens.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

6 anos do Martírio da irmã Dorothi

Chegou a hora de mudar, descobrir um jeito diferente de comemorar nossos mártires, criar e exigir um tratamento digno e diferente para a Amazônia. Nos dias 12 e 13 de fevereiro de 2011, convocamos um encontro de CARAVANAS em Anapu, Pará...CARAVANAS de grupos, movimentos, organizações, entidades, pessoas que entendem a seriedade da situação atual da Amazônia e querem agir juntos em defesa da vida. No dia 12 de fevereiro comemoramos pela 6ª vez, a vida e morte de Irmã Dorothy Stang. No dia 13 de fevereiro, iremos em caravana para o PDS Esperança, em solidariedade com as famílias ainda acampadas na estrada do PDS Esperança fechando passagem aos caminhões madeireiros ilegais. A vida destas famílias está em risco. A vida da floresta está em risco. A vida do planeta está em risco. No PDS Esperança o dia será nosso para
trocar experiências, refletir e descobrir novos caminhos. Venham! Traga rede, cordas, coisas pessoais e muita garra!
Veja a programação do 12 e 13 de fevereiro de 2011 em Anapu.