segunda-feira, 3 de abril de 2017

Refugiados: Vaticano recebe três famílias da Síria
13 pessoas, cristãos e muçulmanos, fugiram da guerra e da violência do «Estado Islâmico»
Cidade do Vaticano, 03 abril  2017 (Ecclesia) - O Vaticano acolhe mais três famílias de refugiados vindos da Síria, anunciou hoje a Esmolaria Apostólica, organismo para as ações caritativas do Papa.
Em abril de 2016, após uma viagem à ilha grega de Lesbos, o próprio Francisco promoveu a ida para Roma de 21 pessoas, refugiados sírios.
Os novos hóspedes do Vaticano são duas famílias cristãs e uma muçulmana.
As famílias cristãs, indica a nota da Esmolaria Apostólica, sofreram “sequestros e discriminações”, por causa da sua fé, às mãos do autoproclamado ‘Estado Islâmico’.
Outras três famílias estão há mais de um ano em apartamentos que são propriedade do Vaticano, que chegaram à Itália graças a corredores humanitários da Comunidade de Santo Egídio, da Federação das Igrejas Evangélicas na Itália e da Tavola Valdese.
As crianças já frequentam as escolas italianas e as mães estão inscritas em cursos para mediadores culturais, tendo em vista a sua integração no mercado de trabalho.
A Santa Sé apoia economicamente as 21 pessoas que vieram com o Papa desde Lesbos para o Vaticano, acolhidas em casas privadas e de institutos religiosos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos suas opiniões e informações.